Curso

Acesso e Acolhimento na Atenção à Saúde do Homem é tema de novo curso

Com carga horária de 30h, o novo curso busca ampliar o olhar do profissional de saúde sobre a relevância de ações preventivas, para além do atendimento agudo e pontual da população masculina.

- Ascom SE/UNA-SUS



Profissionais de saúde e demais interessados em aprofundar os conhecimentos referentes às peculiaridades na atenção ofertada à população masculina nos serviços de Atenção Básica, já podem se inscrever no mais novo curso Acesso e Acolhimento na Atenção à Saúde do Homem. Com carga horária de 30h, o curso é livre, totalmente gratuito e tem início imediato. As matrículas podem ser realizadas até 30 de novembro de 2019, pelo link.

A capacitação foi desenvolvida pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), integrante da Rede UNA-SUS, em parceria com o Ministério da Saúde, por meio da Coordenação Nacional de Saúde do Homem (CNSH/DAPES/SAS/MS). O objetivo é conscientizar os profissionais de saúde sobre a importância do atendimento humanizado e qualificado para a população masculina. Para isso, apresenta o modo como os homens, em geral, costumam se relacionar com o serviço de saúde, destacando a importância da promoção de estratégias para um atendimento integral e a relevância das ações preventivas, que vão além do atendimento agudo e pontual desses usuários.

Dividido em três unidades, o curso discute a relevância do acesso e da humanização dos serviços para aproximar os homens do atendimento na atenção básica, destacando-se o fundamental papel do profissional da saúde na escuta qualificada, no atendimento de maneira resolutiva e realizando os encaminhamentos necessários, de forma articulada com a rede.

“É importante que o profissional da saúde entenda a importância de atuar junto aos serviços da área, a fim de garantir o atendimento de qualidade, dentro dos princípios e diretrizes do SUS e com base na lógica da humanização. Por consequência, é preciso considerar a dinamicidade dos processos de cuidado e a participação ativa dos sujeitos por meio de diálogos entre usuários e profissionais para que sejam construídos projetos coletivos”, ressalta a coordenadora do curso, Sheila Rubia Lindner.

Para saber mais sobre esse e outros cursos UNA-SUS, acesse www.unasus.gov.br/cursos.