Acesso à informação
Suporte

Você está aqui

Atenção à saúde da mulher em situação de violência é o tema do novo curso da UNA-SUS/UFMG

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), são registrados cerca de cinco assassinatos a cada 100 mil mulheres no Brasil. Isso leva o país a ocupar o 5º lugar no ranking mundial desse tipo de crime. Outra pesquisa divulgada em 2016 pelo Instituto Datafolha também revela um cenário alarmante: a cada hora, 503 brasileiras são violentadas – de forma física ou sexual.

 

Diante deste triste cenário e em consonância com as políticas públicas desenvolvidas pelo Ministério da Saúde para o enfrentamento dessa realidade, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) lança 40 mil vagas para o mais novo curso: Para elas: Atenção Integral à Saúde da Mulher em Situação de Violência.

 

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até 9 de dezembro pelo link. A capacitação é autoinstrucional e tem início imediato.

 

Desenvolvida pelo Núcleo de Educação em Saúde Coletiva da UFMG - uma instituição integrante da Rede Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) – a qualificação tem como objetivo preparar os profissionais da atenção básica para o cuidado da mulher em situação de vulnerabilidade.

 

Com carga horária de 30h, o curso traz desde as principais bases teórico-metodológicas necessárias para a abordagem da violência em geral e, em especial, da violência contra a mulher; como também o histórico dos movimentos sociais no Brasil e os reflexos destes na sociedade; e, por fim, a legislação pertinente em casos de agressão contra pessoas do sexo feminino.

 

A obtenção do certificado está condicionada ao acerto de pelo menos 60% das questões do exame final. Os alunos têm até 9 de janeiro de 2018 para concluírem as atividades do curso.

 

Fonte: Nescon/UFMG