Acesso à informação
Suporte

Você está aqui

Dengue

Pesquisa compara métodos para medir infestação por Aedes aegypti

O uso de armadilhas para capturar insetos é uma estratégia mais custo-efetiva para monitorar a infestação de mosquitos da dengue do que a amostragem por larvas, método utilizado atualmente no Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa). A conclusão é de um estudo feito para avaliar diferentes técnicas de detecção do inseto e a pertinência de incluir novos métodos no Programa Nacional de Controle da Dengue (PNCD) do Ministério da Saúde. O trabalho foi coordenado pela Fiocruz e pelo PNCD.

Palavras Chave: 

Estudo analisa uso de aspiradores no monitoramento da dengue em Pernambuco

Trabalho desenvolvido no mestrado profissional em saúde pública da Fiocruz Pernambuco aponta que os aspiradores de mosquitos podem ser uma ferramenta auxiliar no monitoramento do Aedes aegypti, o transmissor da dengue. A pesquisa avaliou o uso desses aparelhos no monitoramento da densidade populacional do Aedes, em áreas endêmicas da capital pernambucana. O estudo, foi realizado no período de um ano, em duas áreas do bairro de Nova Descoberta, na Zona Norte da cidade.

Palavras Chave: 

Mosquito da dengue está se adaptando ao clima adverso, diz pesquisador

O pesquisador de Parasitologia da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Rio Claro (SP), Cláudio José Von Zubem, aponta que o Aedes aegypti está se adaptando às condições climáticas adversas, como a estiagem e o frio. De acordo com o professor, a proliferação não está ocorrendo apenas em água limpa e os mosquitos adultos continuam no ambiente.

Palavras Chave: 

Teste de vacina contra a dengue mostra eficácia de 88% em casos hemorrágicos

A revista científica inglesa The Lancet publicou, nesta quinta-feira (10), o resultado da fase final de uma pesquisa de vacina contra a dengue, que apresentou eficácia de 88% contra o tipo hemorrágico da doença, considerado o mais grave. Desenvolvida pelo laboratório Sanofi, a vacina deve proteger os imunizados contra os quatro tipos da doença. A pesquisa também mostrou redução dos riscos de hospitalizações por dengue em 67%  dos casos.

Palavras Chave: 

Pesquisador alerta para a chegada de vírus semelhante a dengue ao Brasil

Descoberto há 50 anos, o arbovírus Chikungunya tem circulado pelos continentes africano, asiático, europeu, chegando recentemente à América Central e América do Sul. A partir de estudos na literatura existente, o pesquisador do Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazonas), Felipe Naveca, alerta para a sua chegada ao Brasil e os impactos prováveis.

Palavras Chave: 

Alunos do ensino médio desenvolvem larvicida contra dengue

Alunos do 3º ano do ensino médio do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG) descobriram um extrato vegetal com alta eficiência como larvicida contra o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue. O projeto começou a ser desenvolvido em 2013 na Coordenação de Ciências da instituição pela professora e bióloga Rosiane Leite, que orienta estudantes da educação profissional dentro de um programa de iniciação científica júnior.

Palavras Chave: 

Estudo investiga potencial de planta da Amazônia na luta contra a dengue

Apesar deste importante impacto epidemiológico causado pela dengue, não existe um medicamento para tratamento específico para a doença: estão disponíveis apenas ferramentas para tratamento dos sintomas, como a febre e a desidratação. Somando-se às diversas pesquisas em andamento no mundo na busca de um medicamento antiviral para a dengue, o Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) vem investigando o potencial terapêutico da Uncaria tomentosa, uma planta medicinal da Amazônia, conhecida popularmente como unha-de-gato.

Palavras Chave: 

Dengue: casos e óbitos caem no primeiro trimestre do ano

Novo Boletim Epidemiológico (BE) divulgado nesta quarta-feira (23/04) pelo Ministério da Saúde mostra queda nos casos de dengue nos três primeiros meses deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Em 2014, foram 215.169 notificações, o que representa redução de 76,7% quando comparado ao primeiro trimestre de 2013, com 921.716 casos, conforme dados da tabela abaixo. O número de casos graves da doença também caiu 80% no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2013.

Lixo é o principal criadouro do mosquito da dengue nas regiões Norte, Centro-Oeste e Sul

Qualquer recipiente que possa acumular água, mesmo que em pequena quantidade, pode virar um criadouro do mosquito transmissor da dengue. E nas regiões Norte, Sul e Centro-Oeste do país, o lixo é o principal criadouro do Aedes aegypti. O número de casos da doença teve queda de 80% na comparação dos primeiros três meses de 2014 com o mesmo período do ano passado. Apesar da redução expressiva, o Ministério da Saúde ressalta a importância de manter-se o alerta e a necessidade de dar continuidade das ações preventivas.

Palavras Chave: 

Casos de dengue caem 80% no primeiro bimestre de 2014

O número de casos por dengue teve queda de 80% na comparação do primeiro bimestre deste ano com o mesmo período do ano passado. O Ministério da Saúde registrou 87 mil notificações entre janeiro e fevereiro de 2014, contra 427 mil no mesmo período de 2013.

Subscribe to RSS - Dengue